Top

Precisamos comer carne: verdade ou mito?

É verdade que o ser humano não precisa consumir proteína animal, pois com exceção da vitamina  B12, todos os outros nutrientes podem ser encontrados nos vegetais.

Ser omnívoro significa ter o aparelho digestivo adaptado para metabolizar diferentes tipos de alimentos. Não significa ter que comer carne para sobreviver. O homem é omnívoro e a carne teve um papel fundamental na evolução, porém o seu consumo hoje não é mais vital como era antigamente, uma razão sendo a qualidade da carne que se come hoje em dia. Outro fator para se considerar é que é impossível saber o que se comia e em que quantidades no período que antecedeu a agricultura, pois não existem registos daquela época. A melhor informação que podemos ter é dos antropologistas nutricionais que desde a metade dos anos 80 começaram a estudar sociedades caçadoras coletoras modernas como base para entender os hábitos alimentares dos nossos ancestrais. Foram estudadas 229 populações que sobreviveram até o século 20 para terem as suas dietas analisadas. Em 1 de cada 5 populações, 85-100% das calorias eram provenientes de animais e/ou peixe. Em 14% dessas populações, mais de 50% das calorias eram provenientes do mundo vegetal e nenhuma população era exclusivamente vegana. Temos que considerar que essas pessoas comiam o que havia para comer e não contavam com a disponibilidade de comida que temos hoje. Talvez comer carne no passado fazia sentido, pois a carne era de caça, vivia livremente e se alimentava de pasto. Mas nos dias de hoje é importante ter atenção devido a qualidade do produto que chega às nossas mesas: uma carne que é alimentada por ração e que recebem hormonas e antibióticos.

Mesmo para quem não é vegan, é conveniente vigiar o consumo de carne. Atualmente come-se demasiada proteína animal e sabemos que a qualidade destes alimentos pode ser baixa. Neste ponto, o veganismo pode ser uma boa opção pois estamos a evitar que algumas toxinas entrem no nosso organismo.  Além disso, o consumo de proteína animal em excesso pode prejudicar o fígado, sobrecarregar os rins e estão relacionadas com o desenvolvimento de diversas doenças como o cancro de cólon. Em uma pirâmide alimentar atual, para aqueles que consomem proteína animal, considerando tudo o que se sabe hoje sobre a alimentação, a carne deveria estar no topo: para ser consumida ocasionalmente.

É comum ouvir que uma alimentação saudável é aquela que é variada e inclui todas as componentes da roda dos alimentos. A verdade é que, sim a melhor alimentação é aquela que é variada e rica em alimentos que a natureza nos oferece, quer inclua produtos animais ou não, desde que esses sejam consumidos com moderação. Além disso é uma alimentação em que evita-se produtos que foram criados pelo ser humano: alimentos industrializados. É uma alimentação que nos faça sentir vitalidade e não apenas ter a ausência de doenças. Assim como deve- se comer carne com moderação devido aos fatores mencionados acima, também é importante ter atenção aos cereais, mesmo os integrais. Embora sejam alimentos naturais e saudáveis, são alimentos com uma alta carga energética e não faz sentido ser a base da alimentação, se temos vidas sedentárias, uma vez que o consumo em excesso, pode levar ao sobrepeso.