Top
tipos síndrome intestino irritável

Tipos de Síndrome do Intestino Irritável

Quanto aos sintomas da síndrome do intestino irritável, os critérios de Roma IV permitem que os pacientes sejam subclassificados de acordo com o seu hábito intestinal predominante (usando o gráfico de fezes de Bristol) como SII-O (obstipação), SII-D (diarreia), SII-M (misto) ou SII-U (sem classificação). Também avalia-se a dor e desconforto.

bristol fezes

bibliografia: scielo.com.br

 

  • SII-O: a pessoa sente dor abdominal recorrente associada à defecação e à frequência reduzida de fezes e / ou fezes irregulares / duras mais do que 75% das vezes. Além dos sintomas acima, outros que estão frequentemente presentes, são: distensão abdominal e / ou inchaço, gases, esforço na hora de defecar e sensação de evacuação incompleta. 
  • SII-D é definida quando 25% ou mais dos movimentos intestinais, tem as formas 6 ou 7 da classificação de Bristol, e quando menos que 25% das fezes são com as formas 1 ou 2. Esses pacientes geralmente apresentam dor abdominal associada a: fezes moles ou aquosas sem peças sólidas, cãibras frequentes, urgência que não é aliviada pela defecação, muco nas fezes e a variabilidade diária no hábito intestinal. Vários fatores podem contribuir para o desenvolvimento de SII-D, como: ritmo gastrointestinal acelerado, hipersensibilidade visceral e microbiota intestinal alterada.
  • SII-M: quando ocorre obstipação e diarréia alternadas ocorrendo em mais que 50% do tempo. Os sintomas são variáveis e associados a SII-O e ao SII-D. Sabe-se que: os surtos deste subtipo tendem a ser relativamente curtos (com duração inferior a uma semana) e os sintomas mais incômodos são hábitos intestinais irregulares, inchaço e dor abdominal. Os sintomas psicológicos são semelhantes aos de pessoas com SII-O e SII-D. Este subtipo é um desafio nas pesquisas e na prática clínica, em parte porque poucos estudos examinaram a eficácia dos tratamentos disponíveis nesse subgrupo.
  • Pacientes que não podem ser categorizados com precisão como SII-O, SII-D ou SII-M, são considerados portadores de SII-U. Nesta classificação apresentam-se alterações frequentes na dieta e / ou medicamentos ou quando não há a possibilidade de interromper os medicamentos que afetam o trânsito gastrointestinal.

Atualmente, não existem testes fisiopatológicos disponíveis para diagnosticar adequadamente a SII; portanto, os sintomas desempenham um papel importante no estabelecimento de um diagnóstico positivo. No entanto, como os sintomas da SII se sobrepõem a muitas outras doenças, há potencial para erros de diagnóstico.

É necessário fornecer aos pacientes um diagnóstico preciso para: reduzir o número de consultas repetidas; reduzir investigações desnecessárias (em busca de um diagnóstico) e para que os pacientes possam tratar com confiança a sua condição.

Se precisa de ajuda para tratar esse problema, clique aqui para agendar uma consulta. Caso queira saber mais sobre o nosso tratamento para a síndrome do intestino irritável, clique aqui.