Entrega grátis em Portugal para compras superiores a 30€

 

Doença Renal

Agende hoje a sua consulta

O que é a Doença Renal Crónica (DRC)?

A doença renal crónica caracteriza-se pela condição na qual os rins perdem progressiva e irreversível a função renal, e de assim a possibilidade de realizarem as suas funções básicas.

A insuficiência renal pode ser:

  • Aguda, quando a perda da função renal surge de forma súbita e rápida e há possibilidade de recuperar;
  • Crónica, quando esta perda é lenta, progressiva e irreversível.

É de salientar que os rins são órgãos complexos, responsáveis por múltiplas funções no nosso organismo. Entre as principais, podemos salientar:

  • Eliminação de toxinas;
  • Eliminação de substâncias inúteis ou que estejam em excesso na corrente sanguínea;
  • Controle dos níveis de eletrólitos (sais minerais) do sangue;
  • Controle do nível de água do corpo;
  • Controle do pH do sangue;
  • Produção de hormônios que controlam a pressão arterial;
  • Produção de vitamina D;
  • Produção de hormônios que estimulam a produção de hemácias pela medula óssea.

Assim, numa fase mais avançada da doença renal crónica, os rins deixam mesmo de ser capazes de manter o seu bom funcionamento. O que faz com que estes percam a capacidade de filtrar resíduos e excesso de fluidos do sangue que deveriam ser eliminados na urina, levando a um acumular de substâncias tóxicas no organismo. O que pode colocar em risco a vida.

Sintomas

A maioria das pessoas desvaloriza, ignora ou adia os cuidados a ter com a doença crónica renal, pois existe ausência de sintomas nos primeiros estádios da doença. A inexistência inicial de indícios resulta da capacidade dos rins se adaptarem à perda progressiva da sua função, o que faz com que os sinais só aparecem quando a doença já se encontra num estádio mais tardio, e mais grave.

Podemos dizer então que, os sintomas aparecem numa fase mais progressiva da doença e daí o seu diagnóstico tardio.  

Quando a doença está num estado mais avançado, já com perda da função renal, os sintomas mais frequentes são:

  • Produção de menos urina;
  • Necessidade de urinar frequentemente;
  • Ardor ou dificuldade em urinar;
  • Sangue na urina;
  • Mãos, pés, olhos e/ou pernas inchadas;
  • Hipertensão;
  • Cansaço constante;
  • Fraqueza;
  • Fadiga;
  • Insónias;
  • Perda de apetite;
  • Náuseas;
  • Vómitos.

Causas

Em muitos casos não é possível determinar a causa exata da insuficiência renal crónica. No entanto, as causas mais frequentes podem ser devido a:

  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Hipertensão arterial;
  • Glomerulonefrite (inflamação dos glomérulos);
  • Pielonefrite (infecção das vias urinárias);
  • Rins poliquísticos.

É possível também a existência de fatores hereditários que aumentam a tendência para doença renal crónica.

A prevenção da doença renal crónica passa pelo controlo de todos os fatores de risco, como a diabetes e a hipertensão, e pelo diagnóstico e tratamento precoce de qualquer doença renal, impedindo-se assim a sua progressão.

Para um melhor diagnóstico, é aconselhável fazer-se uma avaliação do histórico do doente com particular atenção a episódios de hipertensão arterial, e saber qual a medicação que toma que possa prejudicar o funcionamento dos rins. Sendo por vezes mesmo necessário a realização de análises ao sangue e urina.

alimentos Doença Renal Crónica

A Nutrição Funcional no Tratamento da Doença Renal

Na Doença Renal Crónica (DRC), a Nutrição Funcional tem como principal papel atrasar a progressão da doença através de dois meios:

  • Controlo das doenças causadoras: diabetes, hipertensão e/ou excesso de peso e obesidade;
  • Dieta alimentar: há cuidados bastante específicos para doentes com DRC.

Devido às limitações nutricionais incutidas pela doença, o acompanhamento Nutricional é uma ferramenta chave para saber lidar, de forma simples, com todas elas.

É fundamental também encontrar o seu equilíbrio e adequar possíveis carências nutricionais que surjam.

Pontos abordados na consulta:

  • Como reduzir o teor de potássio nos alimentos;
  • Análise das análises e corrigir as suas carências nutricionais;
  • Adequar a ingestão de líquidos;
  • Reduzir as suas preocupações em relação à doença;
  • Conselhos práticos para preparar-se para a vida real, como comer fora e socialmente;
  • Variedade: como introduzir novos alimentos;
  • Suporte contínuo em que pode confiar.

Agende hoje a sua consulta

Perguntas Frequentes

Qual é preço da consulta?

Os preços das consultas são:

  • 1ª consulta: 75€
  • Consultas seguintes 55€

Pacotes:

  • 3 consultas: 159€
  • 5 consultas: 259€
Em que consiste uma primeira consulta?

O objetivo da primeira consulta é entender a condição atual de saúde, com o máximo de detalhes possível, em especial:

  • análise de todo o histórico familiar, alimentar, atividade física, saúde mental e do peso;
  • análise de sinais e sintomas e histórico de exames laboratoriais;
  • antropometria: peso, medidas e percentual de gordura;
  • estabelecimento de metas (plano de ação);
  • em alguns casos, será requisitado exames adicionais entre a primeira e a segunda consulta;
  • prescrição de suplementação, quando necessário.

A primeira consulta dura aproximadamente uma hora.

A consulta para o tratamento da Doença Renal é adaptado às minhas necessidades?

Todos os nossos tratamentos estão profundamente focados no atendimento individualizado, este não é excepção. O tratamento para doença renal, como está indicado na pergunta anterior, é prescrito em função da condição actual de saúde do doente.

Não existem duas prescrições iguais, cada pessoa é única e o seu estado de saúde atual é a soma total das suas experiências.

Como funciona o acompanhamento?

No início do tratamento as consultas presenciais, são, geralmente de 4 em 4 semanas. Não é aconselhável espaçar muito mais do que isso.

É oferecido apoio para dúvidas que possam surgir após as consultas via Whatsapp ou e-mail. Gostamos de acompanhar os nossos pacientes de perto, principalmente no início do tratamento. Dessa forma, os resultados são melhores.

Dra. Ana Santos

  • Nutricionista licenciada pela Universidade Egas Moniz desde 2011
  • Certificada em Functional Medicine pelo The Institute for Functional Medicine, Washington, EUA
  • Membro Efetivo da Ordem dos Nutricionistas n.º 1607N
Saiba mais

Outros tratamentos de saúde

Saiba mais sobre cada um deles

Clientes Satisfeitos

Depois de ter o meu segundo filho, e de maus hábitos alimentares, ganhei muito peso. Com o acompanhamento que tive na Clínica consegui perder 7 quilos e agora sinto-me muito bem! Obrigado a todos.

Fátima (38 Anos)

Lisboa

Sempre tive muitas dificuldades em dormir, tentei muitas terapias mas só com a ajuda da Dra Michelle é que descobri o que é uma boa noite de sono. Sou hoje uma pessoa diferente e com muito mais energia.

Carla (45 Anos)

Algés

Agende hoje a sua consulta

×