Tratamento para a tiroide

Uma solução a longo prazo para a sua saúde. Agende hoje a sua consulta.

Tiroide

A tiroide é uma glândula situada na base do pescoço imediatamente abaixo da “maçã de Adão”, e é constituída por dois lobos unidos por uma parte central. Tem a função de produzir e libertar para a circulação sanguínea duas hormonas, a tri-iodotironina (T3) e a tetraiodotironina (T4 ou tiroxina).

Estas hormonas são essenciais para o normal funcionamento do organismo, através do controlo/velocidade do metabolismo das células. Sendo, por esse facto, essenciais no crescimento e desenvolvimento do organismo, regulam a temperatura corporal, a frequência cardíaca e tensão arterial, o funcionamento dos intestinos, o controlo do peso, dos estados de humor, entre outras funções.

A sua atividade é regulada por outras hormonas produzidas por glândulas localizadas no cérebro que detetam os níveis sanguíneos das hormonas tiroideias e assim estimulam a glândula tiroideia a segregar mais ou menos hormonas consoante a necessidade.

A hormona da tiroide mais importante é a tiroxina (T4), que quando está fora da tiroide é convertida na forma ativa conhecida como T3. E, quanto mais T3 produzir, mais rápido será o metabolismo. Sendo que um metabolismo lento significa que as calorias não são queimadas de forma mais eficiente possível, tornando-se mais fácil ganhar peso.

A escassez desta hormona significa a falência das funções mencionadas acima.

Tipos

A tiroide pode ser afetada por diversas doenças, de um modo mais geral mais comuns nas mulheres. As doenças principais são: Bócio, presença de nódulos, hipertiroidismo, hipotiroidismo e as doenças autoimunes, como a Doença de Graves e a tiroidite de Hashimoto, que resultam da produção de anticorpos pelo próprio organismo que podem estimular ou destruir a glândula.

Assim, temos:

  • Hipertireoidismo: mais comumente causado pela doença de Graves e é uma superprodução das hormonas da tiroide;
  • Hipotireoidismo: resulta de uma subprodução da hormona da tiroide;
  • Tireoidite de Hashimoto: causa comum de hipotireoidismo. Neste distúrbio autoimune, o corpo ataca o tecido da tiroide, que deixa de produzir hormonas, e acaba por morrer.

Sintomas e causas

Os sintomas do hipotiroidismo incluem:

  • Queda de cabelo ou ficar com os fios mais finos;
  • Depressão
  • Obstipação
  • Colesterol alto
  • Edema
  • Fadiga
  • Mental fog ou uma sensação de ter uma nuvem na cabeça
  • Visão deficiente
  • Ganho de peso
  • Má circulação e dormência nas mãos e pés
  • Problemas digestivos crónicos
  • Pele e cabelos secos / quebradiços
  • Dores de cabeça matinais

Os sintomas do hipertiroidismo incluem:

  • Cabelos finos e quebradiços
  • Olhos esbugalhados
  • Aumento da transpiração
  • Arritmia cardíaca
  • Tremores
  • Diarréia
  • Tireóide aumentada

A avaliação dos sintomas permite perceber que tipo de alteração está presente.

Causas

O hipotiroidismo é sete vezes mais comum nas mulheres do que nos homens. A função tireoidiana baixa é quase sempre secundária a alguma outra condição, como stress adrenal.

Em mais de 80% dos casos de tiroide em atividade, é provavelmente que a pessoa tenha uma forma de tireoidite autoimune chamada Hashimoto. Acontece, como em qualquer condição autoimune, quando o corpo ataca as suas próprias células – neste caso, as células da tireoide – numa reação autoimune.

Tratamento da tiroide

Um dos principais problemas com a saúde da tiroide é o facto dos testes padrão não serem muito confiáveis para fornecer uma imagem completa. Outra questão, é o facto de que, muitas muitas vezes, os sintomas apresentados são atribuídos às depressões e à menopausa, o que leva a que muitas vezes as mulheres não sejam diagnosticadas e recebem outros tratamentos convencionais.

Na nossa clínica adotamos uma abordagem funcional para avaliar a saúde da glândula da tiroide. E, para tal, seria ideal trazer para a consulta as suas últimas análises de sangue que incluam: T3 livre, T4 livre, TSH, T4 total, T3 total, anticorpos tireoidianos e captação de T3, juntamente com testes de hormonas adrenais e iodo.

O nosso papel

Em primeiro lugar, o nosso papel no tratamento da tiroide é:

  • avaliar e identificar quaisquer desequilíbrios da tiroide;
  • observar alimentos que podem inibir sua função, deficiências em minerais, aminoácidos, ácidos graxos e, muitas vezes o mais importante,
  • analisar o stress adrenal;

E, em seguida, corrigir esses desequilíbrios com mudanças no estilo de vida, tratamentos nutricionais e à base de plantas.

Para informações sobre preços e agendamentos, veja a sessão de ‘perguntas frequentes’ abaixo.

 

Tratamento para tiroide

Agende hoje a sua consulta

Perguntas Frequentes

Preços
  • 1ª consulta: 75€ / consultas seguintes 55€
  • Pacote com 2 consultas de nutrição: 109€
  • Pacote com 3 consultas de nutrição: 159€
  • Pacote com 5 consultas de nutrição: 259€
Como funciona o acompanhamento?

No início do tratamento as consultas presenciais, são, geralmente de 4 em 4 semanas. Não é aconselhável espaçar muito mais do que isso.

É oferecido apoio para dúvidas que possam surgir após as consultas via Whatsapp ou e-mail. Gostamos de acompanhar os nossos pacientes de perto, principalmente no início do tratamento. Dessa forma, os resultados são melhores.

A consulta para o tratamento da tiroide é adaptada às minhas necessidades?

Todos os nossos tratamentos estão profundamente focados no atendimento individualizado, este não é excepção. O tratamento para a tiroide, como está indicado na pergunta anterior, é prescrito em função da condição actual de saúde do doente.

Não existem duas prescrições iguais, cada pessoa é única e o seu estado de saúde atual é a soma de todas as suas experiências.

Os resultados do tratamento variam em função do indivíduo, assim como do problema a ser tratado. Em alguns casos é possível obter resultados rápidos, enquanto que noutros, pode levar vários meses ou mais. Como regra geral, quanto mais tempo estiver com o problema de saúde, mais tempo necessitará do tratamento.

ana santos

Dra. Ana Santos

Nutricionista licenciada pela Universidade Egas Moniz  desde 2011. Certificada em Functional Medicine pelo The Institute for Functional Medicine, Washington, EUA.

No Institute for Functional Medicine aprofundou os seguintes módulos:

  1. Detox Advanced Practice Module (2017) – The Institute for Functional Medicine em Denver, EUA
  2. Gastrointestinal Advanced Practice Module (2017) – The Institute for Functional Medicine em Denver, EUA
  3. Energy Advanced Practice Module (2017) – The Institute for Functional Medicine em Chicago, EUA
  4. Hormone Advanced Practice Module (2017) – The Institute for Functional Medicine em Chicago, EUA
  5. Immune Advanced Practice Module (2016) – The Institute for Functional Medicine em Atlanta, EUA
  6. Cardiometabolic Advanced Practice Module (2016) – The Institute for Functional Medicine em Atlanta, EUA
Saiba mais

Outros tratamentos de saúde

Saiba mais sobre cada um deles

Clientes Satisfeitos

Depois de ter o meu segundo filho, e de maus hábitos alimentares, ganhei muito peso. Com o acompanhamento que tive na Clínica consegui perder 7 quilos e agora sinto-me muito bem! Obrigado a todos.

Fátima (38 Anos)

Lisboa

Sempre tive muitas dificuldades em dormir, tentei muitas terapias mas só com a ajuda da Dra Michelle é que descobri o que é uma boa noite de sono. Sou hoje uma pessoa diferente e com muito mais energia.

Carla (45 Anos)

Algés

Agende hoje a sua consulta

×