Entrega grátis em Portugal para compras superiores a 40€

 - 
English
 - 
en
French
 - 
fr
German
 - 
de
Italian
 - 
it
Portuguese
 - 
pt
Russian
 - 
ru
Spanish
 - 
es
0
  • No products in the cart.

Dieta low carb ou fodmap para a síndrome do intestino irritável?

A síndrome do intestino irritável é uma perturbação motora do tubo digestivo que origina vários sintomas gástricos, dos quais se podem destacar a dor e distensão abdominal, mal-estar, flatulência, alterações do trânsito digestivo, alterações da consistência das fezes, etc… Muitos do que sofrem deste síndrome têm o tecido muscular do intestino mais sensível e que pode reagir mais intensamente a estímulos como alimentação ou stress.

Tratamento da síndrome do intestino irritável

O tratamento da síndrome do intestino irritável pode passar por diferentes métodos, como por exemplo o tratamento médico, a alterações alimentares e ao controlo do stress. No que nos diz respeito, vamos focar-nos na alimentação. Para a maioria das pessoas a alteração na sua alimentação é suficiente para aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável.

Muitos dos alimentos que geralmente causam mais sintomas são os lácteos, os alimentos com trigo, a cafeína, a couve, a cebola, a ervilha, as leguminosas e os alimentos condimentados / gordurosos / defumados. Assim, convém ter uma alimentação que passe por algumas restrições ou limitações, em especial nos hidratos de carbono.

Dietas FODMAP e lowcarb

Desta forma entramos no tema de hoje: qual a melhor dieta para a síndrome do intestino irritável. Vamos considerar duas hipóteses, a FODMAP e a low carb. O que é cada uma delas e a sua diferença, ou semelhança, é o que pretendemos esclarecer.

Os FODMAP são hidratos de carbono de cadeia curta, e o que têm em comum é que fermentam no intestino delgado, causando gases e inchaço. São substâncias pouco absorvidas pela parede intestinal e fazem com que o líquido permaneça nos intestinos, causando diarreia em quem é mais suscetível à síndrome do intestino irritável.

Assim, com a dieta FODMAP o que se pretende é a redução ou eliminação dos hidratos de carbono de cadeia curta que estejam presentes na alimentação.

Já a dieta low carb pretende que se diminua a ingestão de alimentos ricos em hidratos de carbono, como pão, massa, arroz e batata, e se aumente o consumo de proteínas, como ovos, carne, peixe e frango, e gorduras de boa qualidade provenientes do azeite, nozes e abacate.

Assim, uma dieta baixa em hidratos de carbono é basicamente uma dieta baixa em FODMAP, com menos hidratos de carbono. Ou seja, podemos dizer que: zero hidratos de carbono = zero fermentação = zero sintomas gastrointestinais.

Conclusão

Dizer qual delas é a melhor para aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável é mais complicado, pois varia de pessoa para pessoa. No que diz respeito à dieta FODMAP, existem mais de 200 estudos realizados, em que a maioria mostra uma melhora nos sintomas em mais de 75% dos pacientes. A dieta low carb é uma forma mais prática de eliminar os FODMAP mais comuns.

Portanto, a resposta ao artigo de hoje é: depende.

Segundo a minha prática clínica, dependendo do caso, começo com a dieta FODMAP e se não forem obtidos os resultados desejados, passo para a dieta low carb. Em duas a quatro semanas ver-se-á uma melhoria nos sintomas.

 

Se gostou, e pretende saber ou marcar consulta …

Contacte-nos

 

×