Entrega grátis em Portugal para compras superiores a 40€

 - 
English
 - 
en
French
 - 
fr
German
 - 
de
Italian
 - 
it
Portuguese
 - 
pt
Russian
 - 
ru
Spanish
 - 
es
0
  • No products in the cart.

Tratamento para acne: a digestão

“Toda doença começa no intestino. “- Hipócrates.

Agora você deve estar a se perguntar o que é que o intestino tem a ver com o tratamento para acne, certo? É importante ter em mente que a acne é uma doença complexa, sem ter uma causa específica definida, portanto, é benéfico para os pacientes que os profissionais de saúde estejam abertos às diferentes formas de tratamento.

Na minha prática clínica 95% dos paciente que atendo com problemas de pele também tem problemas no intestino ou histórico de problemas intestinais.  

A conexão entre a saúde da pele, do intestino e também da saúde mental é conhecida há muito tempo. Os dermatologistas John H. Stokes e Donald M. Pillsbury foram os fundadores do eixo intestino-pele-cérebro em 1909. Essa informação já está disponível na literatura científica há mais de 100 anos e felizmente está a ganhar mais atenção nos dias de hoje.

Já sabemos que a acne é comum em pessoas que sofrem de depressão, ansiedade e stress crónico. Stokes e Pillsbury conectaram esses estados emocionais com uma função intestinal alterada. Eles descobriram que alterações na flora intestinal promovem uma inflamação local e sistêmica que pode se manifestar na pele.

Mas ultimamente os pesquisadores têm prestado mais atenção à conexão intestinal. Existe um estudo que foi realizado com 13.000 adolescentes, onde descobriu-se que aqueles com acne tinham uma maior predisposição a sofrer de obstipação, mau hálito e refluxo. Inclusive descobriram que o inchaço abdominal estava correlacionado com a acne, onde cerca de 37% dos participantes com acne também tinham inchaço. Além disso, em outras pesquisas descobriram que 40% das pessoas com acne tinham hipocloridria, que significa baixa acidez estomacal.

O mais interessante é que esses dois dermatologistas estavam a utilizar dois suplementos bastante comuns para o tratamento da acne: probióticos (bactérias benéficas) e óleo de fígado de bacalhau (fonte de ômega 3 que tem ação anti-inflamatória).

Na minha prática clínica, trabalho com um protocolo para corrigir a disbiose, que é um desequilíbrio causado pela redução na quantidade de bactérias boas e aumento das bactérias nocivas, e para reparar a barreira intestinal, pois o epitélio do intestino delgado tem como função digerir e absorver nutrientes, assim como atuar como barreira seletiva contra a microorganismos e macromoléculas. Se essa barreira está comprometida toxinas, micróbios, partículas de comida não-digeridas podem passar para a  corrente sanguínea. Quando isso acontece o sistema imunológico marca estes “invasores” como inimigos e os ataca, gerando vários sintomas e desequilíbrios no organismo. Por isso, como tratamento para acne, é importantíssimo garantir o bom funcionamento do sistema digestivo. De que adianta comer comida saudável se o corpo não consegue digerir bem a comida e assim, absorver os nutrientes? E sem os nutrientes necessários, como você espera ter uma pele saudável?

×