Entrega grátis em Portugal para compras superiores a 40€

 - 
English
 - 
en
French
 - 
fr
German
 - 
de
Italian
 - 
it
Portuguese
 - 
pt
Russian
 - 
ru
Spanish
 - 
es
0
  • No products in the cart.

Kiwi ajuda a soltar o intestino. Verdade ou mito?

Você sabia que ⅓ da população em geral tem o intestino preso? E entre as pessoas com SII, a obstipação está presente em 1/2 desse grupo. A boa notícia é que existe um “remédio” natural que além de ser eficaz e de baixo custo, pode ser usado a longo prazo e não tem efeitos colaterais: o kiwi.

Diversos estudos validaram a eficácia do kiwi, mas para funcionar, tem que ser consumido regularmente e a dose são 2 unidades ou 2 cápsulas do suplemento. A má notícia é que se você deixar de comer o kiwi, você perde os benefícios.

Outro estudo, desta vez um ensaio clínico randomizado, comparou os efeitos do kiwi verde (2 unidades por dia) com o psílio (7,5g por dia). Neste estudo, a intervenção com kiwis aumentou a frequência de movimentos intestinais, reduziu o esforço e melhorou a qualidade de vida das pessoas que sofrem de obstipação funcional e a síndrome do intestino irritável. Também descobriu-se que deve deve ser considerado o tratamento de primeira linha na constipação, em vez do psílio. A desvantagem do  psílio é que em algumas pessoas pode causar inchaço e desconforto.

Mas o que tem o kiwi de tão “mágico”? Não se sabe bem ao certo, mas sugere-se a fibra do kiwi e uma enzima, chamada actinase, sejam os responsáveis ​​pelos efeitos laxantes.

  • A fibra do kiwi tem uma capacidade de retenção de água particularmente alta (maior que a de outras frutas). E essa característica facilita o aumento do volume fecal e o efeito laxante.
  • A actinase pode aumentar a motilidade do cólon, promovendo o laxamento.

Portanto se tem o intestino preso, experimente comer 2 kiwis todos os dias, pode ser o verde ou o golden.

Não gosta de kiwi? Existem suplementos (disponíveis em cápsulas ou mastigáveis) também podem ser utilizados.

×